Meu relacionamento

A carência no relacionamentoManter  um relacionamento na carência é praticamente impossível pois, mesmo que esteja sendo vivido aquilo que se agrada, nenhum dos dois  se sente realizado.

Sabemos que o relacionamento a dois é uma conquista cotidiana do outro, e isso acontece através dos carinhos, cuidados, atenção etc. Em meio a essas manifestações de carinhos pode estar incrustada a carência que, por muitas vezes, pode confundir  nossos atos como sendo atitudes de amor quando na verdade, indicam características de baixa autoestima.
Como é instintivo do ser humano, sempre queremos que nossas necessidades sejam supridas. E no relacionamento essa necessidade passa ser extrema, quando alguém aceita tudo aquilo que o outro sugere ou faz. More »

Os cuidados com as amizades virtuaisPara que ninguém viva no vácuo de um relacionamento deve-se saber discernir e ter os cuidados para lidar com as amizades nas redes sociais.

As amizades com o sexo oposto – quando não trabalhadas de maneira equilibrada – podem colocar em risco outros relacionamentos. Dependendo do tipo de vínculo que se estabelece com alguém, as partilhas e confidências tendem a levar a amizade para uma esfera de maior proximidade entre as pessoas. Assim, não será difícil retribuir, tamanha atenção, com outros gestos de carinho.

Uma amizade – quando se torna mais intensa do que os laços existentes entre o casal – gera o ciúme e rouba a atenção da pessoa comprometida. Esse tipo de relacionamento provoca transtorno, sem que, de fato, haja uma maior intimidade entre os amigos. More »

Entendendo a origem de nossas frustrações, podemos lidar melhor com tal sentimento, o qual pode jogar por terra toda a nossa autoestima.

Um dos sentimentos que eu acredito ser o mais difícil para superar é a  frustração. Ainda que a gente tenha consciência sobre a fragilidade das pessoas, ninguém está preparado para lidar com as decepções. Nós queremos provar do júbilo do triunfo e da glória mas não estamos preparados para enfrentar o fantasma das decepções, das perdas e consequentemente das frustrações. More »

No controle de um novo estado de vida

foto: Wesley Almeida

Após o fim de um relacionamento, antes da pessoa investir sua vida numa nova relação, será interessante  sentir que está no controle de um novo estado de vida.

Muitas pessoas têm o desejo de viver a experiência de um novo relacionamento após ter superado as crises de uma separação. Por outro lado, outras enfrentam a dificuldade de voltar a acreditar nas promessas de viver com o (a) pretendente o sonho encantado da felicidade eterna.

Nós sabemos que em nossas primeiras experiências de namoro havia uma pré-disposição para viver a cumplicidade incondicional com o outro. Contudo, para aquelas pessoas que vieram de um casamento falido é mais difícil acreditar nas novas propostas oferecidas pelo pretendente, muitas vezes, em razão da bagagem de sofrimentos e dores que trouxeram de um romance conturbado já vivido.

More »

Na hora de romper o namoroNa hora de romper o namoro a conversa precisa ser pautada nos argumentos que justificam a decisão pelo fim do relacionamento.

Sabemos que um relacionamento exige esforço, especialmente quando nos deparamos com as diferenças que a outra pessoa traz. Muitas vezes, depois de um período de namoro, podemos chegar à conclusão que o sentimento, os esforços e o desejo de construir uma história em comum não encontraram reciprocidade na convivência com a outra pessoa. Em outros casos, diante dos acontecimentos entre o casal, percebe-se que o relacionamento perdeu o sentido ou a opção de assumir o namoro foi precipitada. Leia mais

Apaixonei-me pelo meu amigoNossas carências poderiam ofuscar nossa visão, a ponto de acharmos que estamos apaixonados, somente pelo fato de sermos objeto da preocupação e da atenção recebida do (a) amigo (a).

Em nosso dia a dia, estamos sempre abertos a viver novas experiências, pois sabemos que a conquista de novas amizades é algo que nos faz crescer. Dessas amizades, há aquelas com quem mantemos maior empatia e sem grandes dificuldades, estabelecemos grandes vínculos.
Com isso, a conversa flui com facilidade, a simpatia da pessoa nos atraí e as nossas afinidades nos levam a “baixar a guarda” de nossos medos e receios. Sem perceber, está estabelecida uma reciprocidade, em que, ao conhecer bem com quem estamos nos relacionando, não hesitamos em partilhar nossas conquistas, vitórias, alegrias, medos, sonhos e, até mesmo de partir em defesa dessa pessoa, se necessário for. Leia mais

Insegurança, o desafio nosso de cada diaO inseguro se torna facilmente influenciado por outras pessoas, pois dessas, ele espera, na verdade, a validação de seus atos.

Quando éramos apenas crianças, nossos pais assumiam a frente daquilo que precisávamos fazer. Eles eram nossos tutores e em todas as nossas necessidades ou dúvidas nós recorríamos a eles.
Hoje, muitas vezes, hesitamos diante de uma situação quando queremos nos arriscar em algo novo. Leia mais

Quando é hora de recomeçar depois do fim namoroQuando é hora de recomeçar depois do fim do namoro, o qual acreditávamos estar caminhando bem?

O rompimento de um namoro pode ser, muitas vezes, bastante doloroso, pois, sempre a iniciativa do término partirá de um dos dois. Para quem decidiu romper com o relacionamento praticamente não será tão complicado. Certamente tomou essa atitude embasado em situações que lhe pareciam justificáveis. Seja por não perceber grandes afinidades com o (a) antigo (a) namorado (a) ou por não encontrar na pessoa com quem estava se relacionando qualidades que julgava necessárias para continuar mantendo o projeto de vida a dois. Aliás, o namoro nos garante essa liberdade. leia mais

Página 1 de 3123