paquera.jpgPensar na possibilidade de que a pessoa com quem nos relacionamos está vivendo um “affair” pode nos causar calafrios na espinha. Ainda que seja apenas uma piscadinha ou uma olhadinha, isso não deve ter espaço dentro da relação compromissada entre os casais; sejam eles casados ou namorados. Facilmente, um ato aparentemente inocente, pode favorecer uma atmosfera para se iniciar a traição, se a outra pessoa corresponder favoravelmente à primeira atitude.

O sentimento de “ainda provocar suspiros” pode estimular tanto homens como mulheres, fazendo com que se sintam atraentes, charmosos, bonitos e até pensar que mantêm ainda latente a arte do encantamento.


Podcast


Ninguém está totalmente imune a essas tentações relacionadas com o sexo oposto. “Quem brinca com fogo pode se queimar” já diz o ditado popular. A imunidade contra este mal não existe, por isso, se um “dragão de sete cabeças” estiver rondando nossos relacionamentos, será necessário não alimentar qualquer tipo de atitude que possa fortalecer suas forças destruidoras. Infelizmente, sabemos de pessoas que estão cultivando esse tipo de “monstro”, ainda que seja um “filhote”, aparentemente inofensivo. Contudo, devemos considerar que este crescerá ao ritmo das paixões desenfreadas.

Quando decidimos viver um relacionamento, assumimos vive-lo sob os mesmos laços de sentimentos. Estamos diretamente ligados e comprometidos por meio da confiança e do respeito mútuo. Qualquer pensamento ou atitude que fira os laços de compromissos, provocará um grande desconforto e abalará nossas estruturas.

Se uma crise pode abalar casais de namorados quando estes vivem tal situação, imaginemos quais seriam seus efeitos na vida conjugal, em que os laços de confiança, respeito e responsabilidade não se limitam apenas entre o casal, mas se estendem até os filhos.

Se houver a confirmação de uma relação extraconjugal, ficamos a imaginar em que poderíamos ter errado, no que estamos falhando, o que fulano (a) tem que atrai nosso (a) cônjuge, etc. Ainda neste “caldeirão” de sentimentos feridos e de ciúme, pensamos na vergonha e como enfrentaremos a situação diante dos filhos, da família, amigos e de todos aqueles que fazem parte do nosso círculo de amizade.

Crises e dificuldades vividas ao longo da vida conjugal não são poucas e tampouco deixarão de existir. Talvez, sejam inúmeras as justificativas que poderíamos discorrer na tentativa de justificar um ato de adultério, mas antes que isso aconteça, melhor seria ressaltar aqueles motivos que nos imbuiu a viver uma vida a dois, os quais, foram ratificados pelo sacramento do matrimônio. Entretanto, sem o desejo de revitalizar os laços conjugais na sua plenitude, a busca por uma realização fora do casamento, puramente por prazer ou fuga, se tornará uma busca interminável.

A superação de cada momento de crise acontecerá quando ambos assumirem que há um Deus apaixonado por cada um deles e que por Sua vontade os uniu em corpo e alma. A beleza dos frutos desse sacramento está na força restauradora que revitaliza os casais de coragem e atualiza suas consciências a respeito dos projetos que têm a realizar na vida conjugal.

Ainda que haja, numa relação extraconjugal, a aparente união física na intimidade entre quatro paredes, não haverá e nem terá como acontecer a celebração da comunhão de corpo e alma, que alegra o espírito.

Deus nos abençoe.

Dado Moura

Compartilhe com os amigos!

20 Comentários

  1. Ola pessoal ,
    Senti o gosto amargo da traIção,não é facil.tenho um marido super ciumento e uma amiga muito gentil e acolhedora essa amizade durou 30 anos e sou casada a vinte anos.Voces sabem que ela e o meu marido no dia da crisma do meu filho estavam de paquera todo o tempo e no final da festa ela levantou a saia e peguei ele olhando,sem falar que é madrinha da minha filha. gente passa coisas na cabeça que voces nem imaginam . so Deus pode me ajudar nesse momento.

  2. Esta é a pedra de tropeço da humanidade…SEXO….Esta meduza de sete cabeças sabe muito bem como nos enfeitiçar..É ela que esta por de traz destas cituações..Ela nos conheçe muito bem…conheçe nossas falhas de seres humanos..Seu perfume é irresistivel…depois de senti-lo nossa conciencia dorme…nosso coração dispara..nossas emoções são de lembranças dos prazeres que buscamos ter novamente…..é incontrolavel, nossa consciencia esta dormindo neste momento e nossos instintos animais que a natureza nos ensinou a como te-los esta em plena atividade…..RESULTADO….caimos no prazer…tanto faz ser homem como mulher o sentimento animal é o mesmo…prazer da carne, prazer sexual…e o pior depois de tudo isto é o sofrimento da consciencia.Nunca tente encarar esta meduza de frente…nem de lado…nem por de traz….Lembresse que somos seres humanos….só isto….humanos…

  3. Gostei deste assunto…Já passei por essa situação humilhante, de ser traida, foi duro, mais resolvi depois de 1 ano de separação, dar outra chance ao meu marido, hoje mais maduros, estamos bem, mais ainda resta a disconfiança, o siumes, mais estou sempre pedindo a Deus proteção ao meu casamento, e tenho fé na conversão do meu marido…sei que vou alcançar esta graça…e restaurar completamente meu casamento.

  4. Como diz o ditado popular “fogo morro acima e água morro abaixo não há quem segure” o melhor é não iniciar nenhum tipo de paquera. Sentir-se admirado é verdadeira muito bom, mas se temos um relacionamento com alguém é porque já experimentamos este sentimento e viver aventuras, neste caso, não passa de vaidade, autossuficiência, necessidade de afirmação, insegurança.
    Quem tem clareza do que é, do vale, não se alimenta de paqueras ou coisas parecidas.

  5. Maria Fernanda

    Imagina estar casada com um homem que além de abandonar o casamento ( pior: deu no pé , “sumiu”, logo na hora que falei que ele tinha que ajudar financeiramente o próprio filho dele, nunca deu um centavo pela formação e criação do filho, nascido dentro de um casamento católico, e este marido vindo de uma família muito católica!), quando você encontra a página de Orkut dele, está no perfil dele assim: “namorando”… É de rir para não chorar! Quem não te conhece , que te compre! Cai numa arapuca MESMO! Só pela Virgem Maria e pelo Amor Verdadeiro de Jesus para suportar tanta imaturidade e tanta MENTIRA!!! Mas a Deus pertence a vitória dos justo… e também o castigo dos pecadores! Acima de tudo: Glórias a Deus! Fiquem com Deus! Bjus.

  6. Ola!!! Dado estou mais exigente ao meu pedido a “DEUS”,quando o assunto e relacionamento,eu tinha uma necessidade tremenda, em conhecer uma pessoa bem especial,eu dizia as pessoas e a minha familia que eu tenho uma grande adimiração pela aquelas pessoas, que acertaram em seus casamento, orei a “DEUS” e achei que eu tinha conhecido a pessoa com qual eu viveria, até ficarmos bem velhinhos,e aconteceu que não conseguimos levar a frente a nossa relação.Sei que, se vc sente insegurança numa relação não vai dar certo,o melhor e ficarmos em oração e deixar jesus cuidar do nosso coração.
    bjs

  7. Marcio de freitas

    Gostei deste assunto, sei da dificuldade em se manter um elacionamento. Já passei por varias situações quando jovem, entre namoros e relações extras, isso criava um abismo na minha vida. Hoje sou casado tenho um filho com minha esposa e vivemos situações dificies no relacionamento, a responsabilidade e enorme, eu não tinha ideia de como seria criar um filho, conviver em familia. Essa relação conjugal e relação fora do casamento e bem complicada, pois vivo algumas situações em casa que não me agrada mas tenho lutado dia e noite na intenção de amar essa pessoa, que DEUS abençoe a Cancaonova e a você Dado.

  8. é muito ruim quando sentimos isso em nosso coração, niguem quer sentir o gosto da traição……eu tinha uma namorada e a vi com outro, tive um sentimento de impotencia…….
    DENISE, SEJA FORTE, DEUS PRECISA SER A SUA ROCHA O SEU CHAO, NAO ELE…….DEUS AOS POUCOS VAI TE CURAR……ELE TERA A RECOMPESA……É A LEI DA VIDA……..HJ VC E OS FILHOS SOFREM………MAS AMANHA VIRA A BONANÇA……..ELE HJ ESTÁ PLANTANDO O MAL E COLHERA MALES PRA VIDA DELE……………..DEUS TE ABENÇOE E CANTE SEMPRE………NADA PODERÁ ME ABALAR, POIS MINHA FORÇA E VITORIA É JESUS……..

    PAZ E BEM

  9. pois é, onde vamos parar..essas pessoas q acham q podem tudo???mas o momento pode,mas depois, vão ter q acertar as contas com o julgador..eu acredito nessa possibilidade,alias q possa ter essa resposta….
    abraços dado adoro os seus artigo,eles me dão ispiração…..para vida

  10. É UM MIXTO DE SENTIMENTO QDO VC É TRAIDA E TEM Q DECIDIR EM SE SEPARAR POIS NESSA HITÓRIA TD QUEM SOFRE SÃO OS FILHOS.MAIS Q MUNDO EU ESTAVA VIVENDO,UM Q Ñ ERA MEU E SIM O DELE,UM AMOR Q Ñ ME SUTENTAVA SENTIMENTALMENTE .MAIS E AQUILO TD Q ACREDITAVA,DEIXEI DE REALIZAR MEUS SONHOS PRA VIVER O DELE.E ELE CRAVOU MEU CORAÇÃO C/ UMA TRAIÇÃO,ASSUNTO Ñ RESOLVIDO E DOLORIDO,POIS SE ACHASSE A VERDADEIRA RAZÃO ME CONFORTARIA.POIS ESTOU SEM CHÃO,POIS ELE ERA O ALICERCE DA MINHA VIDA E DOS FILHOS,E CADE O MORALISMO Q ELE TANTO PREGAVA Ñ CONSIGO ACHAR UMA RESPOSTA,E ISSO ME CUSTOU 18K EM 2 MESE,E CADA DIA Q PASSA SUMO CADA DIA MAIS.

  11. Acabei de saber que tambem estou passando por isso TRAIÇAO !!!!!

  12. Josineide Gomes Vilar Ventura

    A sabedoria dos seus artigos são supreendentes, sou sua fã. Estou tentanto por em prática os seus comentário de como relacionar-se com indepéndência e amor à Jesus Cristo. Josineide

  13. tudo esta tâo dificil pois pra onde olhamos tem gente bonita e interessante certo……………….

  14. Bem redigido, direto, verdadeiro, profundo, preciso! É isso aí!
    Camila

  15. Querido Dado
    Seu comentário foi maravilhoso!
    Obrigada!

  16. Se num primeiro momento a sensação de ainda despertar interesse em outra pessoa possa ser estimulante, o “depois”, em relação a nossa família, e em relação a nós mesmos, certamente nos traz tristeza e culpa. Já que somos dirigidos por sentimentos que nos dê tranquilidade e paz interior, melhor nos abstermos dessas ilusões passageiras e procurarmos viver apenas “nossa verdade”.
    Por mais direcionados para o “bem” que sejamos, ninguém está livre de qualquer situação que fuja a nosso ontrole ,mas se de repente a ilusão, a fantasia, se reverta em sentimento verdadeiro, devemos guardá-lo pra nós e deixar que pelo menos o outro (ou outros, no caso, o casal) siga sua vida em paz. Pode ser uma opção difícil, mas é a correta, a ideal para ambos.

  17. Luiz Alberto

    Nessa entrega ao outro, tudo deve se traduzir em reciprocidade, compromisso, respeito, gentileza, verdade, sinceridade e… perdao. Vasos de barro portadores de um ouro muito precioso. Parabens, Dado, por remar contra a correnteza da moda.

  18. Nós, homens, devemos cuidar especialmente do olhar ao caminharmos pelas ruas. É nessas horas, em que aparentemente ninguém nos vê, que reforçamos a fidelidade e a alegria da comunhão com nossas esposas. Ou deixamos os fundamentos de nossa casa serem carcomidos silenciosamente. A opção está aí, diante de nós em todo momento.

  19. Dado:
    Acho que no caso do amor o que vale é a afirmação do Vinícius: Que seja eterno enquanto dure. Mas é preciso, no mínimo, respeito. E a relação extraconjugal ou a traição é uma tremenda falta de respeito. Não quer, sai.

  20. Olá! Gostei muito do teu texto. Num mundo onde se prega o liberalismo, onde casais podem ter quantos relacionamentos quiser ao mesmo tempo, ou que quando se tem lealdade não importa ter fidelidade( nunca entendi este conceito). É bom ver que estes valores não estão perdido completamente. Sou a favor da fidelidade em todo os momentos e sentidos. Muito bom texto!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>