Meu relacionamento

7 Comentários

  1. Adorei a matéria e gostaria de uma ajuda com especialista devido a minha mulher : tive problemas no relacionamento anterior e até o momento da resolução do divórcio ela fazia tudo pra mim e até me sufocava um pouco , hoje eu quem corro atrás dela e ela é quem não consegue ser recíproca comigo quando digo que a amo coisas que antes não dizia e hoje falo a todo momento tbem já com os problemas do relacionamento anterior resolvido mas ela mesmo assim não temos contato sexual só nos beijamos abraçamos faço carinho a ela e elogios e nada mais e ela diz que sente um bloqueio psicológico que não sabe até quando vai durar . pesso ajuda por favor pois a amo e não quero perdela e já disse a ela que vou respeita lá e aguardar o tempo dela porque a amo muito .

  2. Parabéns pela matéria.Tenho muito vontade de conversa com meu esposo,mas tenho dúvidas se ele realmente ele vai mim ouvir ou dar importânçia aos meus sentimentos. Ele vive no mundo dele e chegar em casa sentar no sofá assistir o jornal ,tomar o café ir ao computador e ninguém o aborrecer com os nossos problemas famíliar.Como ele mesmo fala não posso resolver seus problemas.Que na verdade o problema e com ele e é ele.Falta de amor,atenção,companherismo,segurança,confiança principalmente AMOR.Ele estando bem o resto que danice.
    Boa noite.

  3. Sem dialogo é impossivel manter um relacionamento conjugal,.falo com experiencia se conseguimos manter o nosso matrimonio
    (24 anos) aos setimo ano vida a dois, deixamos de brigar para dialogar nossa vida mudou a prosperidade chegou e o amor entre nós aumentou. eu sabia que quem teria que mudar era eu e ela agiu da mesma maneira e ai ao inves de gritos ofensas setavamos e pernguntava- nos onde erramos o que fazer e a primeira resposta era que devia nos perdoar. o diologa acontecia e sempre acontece
    Faça Essa Experiencia Um Abrço

  4. Pingback: Aprendendo a não parar nos erros « Dado Moura – comportamento, relacionamentos, namoro, casamento e outras reflexões

  5. Pingback: Os conflitos e discussões conjugais « Dado Moura – comportamento, relacionamentos, namoro, casamento e outras reflexões

  6. Débora Souto

    Parabéns por essa matéria. Sem dúvidas o diálogo é fundamental nos relacionamentos, não só conjugais como também nos relacionamentos de amizade e com familiares.
    Um grande abraço.

  7. edileusa salvino

    parabenizo voce por este maravilhoso programa que deus te abençoe.

  8. Saber o que falar, como falar, em qual momento falar, com que intenção falar. E saber ouvir. Precisamos da graça do Espírito Santo para que possamos, realmente, viver em comunhão.

  9. MARIA JOSÉ

    PARABÉNS PELA NOVA MATÉRIA … CONCORDO EM MUITOS PONTOS COM VC POIS UM DOS MOTIVOS DA MINHA SEPARAÇÃO FOI A FALTA DE DIÁLOGO DA PARTE DELE NUNCA SABIA DO QUE ELE ESTAVA GOSTANTANDO OU NÃO TENTEI MUDA- LO MAS FOI EM VÃO … MAS ME SINTO BEM POIS TIVE MINHA PARCELA DE CULPA MAS TMBM SEI QUE TENTEI MAS ACABOU !! UM GRANDE ABRAÇO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *