Meu relacionamento

Em a arte de viver a dois, a experiência da convivência, nos ensina a priorizar algumas situações que necessitam de atenção especial para não comprometer a felicidade que almejamos.
Nutrir os sentimentos de alguém e mantê-los vivos é uma tarefa que exigirá dedicação, comprometimento e equilíbrio.
Na vida a dois a experiência da convivência  tende a nos fazer mais flexíveis às situações que, em tempos anteriores, jamais cogitaríamos fazer qualquer tipo de ponderação e desse desafiante processo o qual se iniciou na família e junto com os amigos, atinge a sua plenitude quando nos dispomos a vincular nossas vidas.

Nessa disposição de coração, saímos mais maduros. Para tanto, se desejamos fecundar os vínculos com quem convivemos, o ato da reconciliação é uma disposição de coração que vai nos acompanhar não somente no casamento, mas em todos os relacionamentos.

Adquira: O livro  A arte de viver a dois

Compartilhe com seus amigos!

1 Comentário

  1. PRESLEY ANDRADE

    Comprei e li o livro. Trás bastante ensinamentos para a vida a dois. Esclarece muitas dúvidas sobre como tomar as decisões na vida a dois. Gostei muito do livro. Parabéns Dado Moura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *