Meu relacionamento

Quero um amigo e nãu um juizQuando uma pessoa se vê em dificuldades e pede por socorro, obviamente, deseja encontrar uma luz para sair do poço escuro e úmido no qual se encontra. Ela se sente como o último tomate de uma feira livre, e na condição em que está vivendo nem sempre tem forças para se livrar dos problemas por conta própria. Entretanto, por várias vezes, nós que precisávamos ser o amigo nesses momentos, não passamos de algozes ou talvez de juizes acusadores soberbos de si.

Ninguém consegue sair dos “calabouços particulares” se não tiver o apoio de alguém que lhe estenda as mãos. More »

Aprendendo a não parar nos errosUm relacionamento não se faz somente em função de uma pessoa, mas entre você e o outro ou entre você e um grupo de pessoas

A comunicação é a chave de todo relacionamento, mas dialogar com quem nos agrediu com  palavras ou atos, muitas vezes, vai exigir de nós mais que um esforço. Podemos prevenir muitas situações desagradáveis quando nos abrimos às vias para a troca de ideias a fim de saber o que provocou feridas no outro.
Vários motivos podem levar alguém a entrar numa discussão, e recorrer a atitudes como evitar o contato ignorando a presença da pessoa com quem convivemos – como se diz popularmente: “dar o gelo” – não será a maneira mais adequada de se resolver um impasse. More »

amizade.jpgUma amizade virtual quase sempre começa perguntando: “Alguém ker tc?”

Nos remotos tempos, começava-se uma conversa, que poderia ser o inicio de uma amizade,  perguntando ao outro: “Será que vai chover?”; hoje, a modernidade nos abraça com as salas de bate-papo. Percebemos que não é preciso se ter um lugar apropriado para que uma boa conversa se inicie, especialmente, quando estamos com nossos amigos.
Muito mais que apenas ter alguém com quem conversar, nas nossas amizades adquirimos e partilhamos conhecimentos, contamos ou relembramos histórias, experiências e até mesmo costumes.  leia mais

Relacionamentos virtuais.jpgHoje, abre-se a nós a oportunidade de navegar pelos mares dos relacionamentos virtuais na velocidade dos “terabytes”.

No mundo globalizado pela informação, a tecnologia não faz cerimônias em estender suas asas sobre as nossas casas. A informática deixou de ser apenas uma ciência e se tornou conhecida como uma plataforma de comunicação digital.

As videoconferências que pareciam ser apenas um tipo de comunicação, presentes em filmes de ficção, hoje, se integram de maneira profunda na vida de adultos e crianças. E os relacionamentos que, antigamente, se estreitavam entre pessoas por meio de cartas ou telefonemas, no mundo moderno se tornaram obsoletos com a comunicação de áudio e vídeo em tempo real, favorecidas pela Internet. More »

Saber aceitar as mudanças

Saber aceitar as mudanças – mediante os desafios que surgem –, não é uma tarefa fácil.

Na oportunidade de conversar com alguém mais velho, temos a chance de aprender a resolver e a enfrentar nossos problemas, quer seja acolhendo seus ensinamentos ou apresentando as dúvidas de quem está apenas começando a viver.

Conversar ou partilhar nossos questionamentos com esses mestres seria como adentrar na “biblioteca da vida”. Uma biblioteca que não tem seu acervo escrito por grandes personalidades ou por renomados escritores. More »

Da convivência que tornamos maleáveis

Na convivência do dia a dia aprendemos a trabalhar com as  nossas diferenças

Depois de muito tempo trabalhado numa empresa, tive a oportunidade de reencontrar os velhos amigos com quem convivi por alguns anos e, fiquei contente com a acolhida da parte de cada um deles.
Apesar de o tempo ter sido implacável, muitos de nós já não tinha aquela aparência jovial de algumas dezenas de anos atrás. Para alguns os cabelos já tinham ido embora, outros ganharam peso e de maneira geral, as rugas não escondiam o tempo passado, registrando suas marcas na pele de cada um de nós. Entretanto as lembranças brotavam com vitalidade e as histórias sobre alguns fatos que acontecia em meio às tarefas ordinárias, fluíam entre risos.

Embora tivesse feito parte daquela conversa alguns comentários sobre algumas queixas, as boas lembranças eram maiores na maior parte da conversa. More »

Fazer o bem ao idoso não é perda de tempoPrecisaremos também  envolver nossos anciãos naquilo que acontece na família, pois Fazer o bem ao idoso não é perda de tempo.

Fazer o bem é ir ao encontro das necessidades de alguém. Mas isso, exige da pessoa a disposição para deixar o seu conforto para fazer uma boa ação em favor de outrem.
Se ao prestarmos ajuda a uma pessoa estranha já nos traz a sensação de satisfação, maior deveria ser a alegria quando nos dispuséssemos a amparar nossos idosos, aqueles que fizeram parte da nossa história, sejam esses pais ou avós.

Para alguns idosos, envelhecer é viver a humilhação, pois a sensação para eles é de que no mundo já não têm mais o seu lugar. Para outros, a velhice pode significar, muitas vezes, suplicar para que sejam notados na convivência com seus parentes. Leia mais

O envelhecimento não abre exceções para ninguémO envelhecimento não pode nos assustar  mas com ele precisamos aprender a ser menos crítico com as nossas imperfeições

Envelhecer é perceber a ação implacável do tempo sobre a nossa natureza.  É reconhecer que a cada ano diminui a nossa vitalidade para aquelas coisas que, anteriormente,  parecia não demandar esforços.
A  pele já não tem a mesma elasticidade de quem tinha 15 anos e por isso facilmente se percebe as pequenas dobras junto dos olhos, nas mãos,  além de algumas outras manchas provocadas pelo sol. Os cabelos, aqueles que ainda restam, perdem  a cor e os olhos já não conseguem ler senão,  com a ajuda dos óculos… E esse fenômeno não abre exceções para ninguém. leia mais

Página 1 de 41234