A Internet Facilitou as Traições de Mulheres Casadas Carentes?

Ninguém gosta de ser enganado ou traído, mas é algo que pode acontecer a qualquer um de nós. Um estudo revelou que as mulheres casadas carentes podem trair com mais facilidade. Com o crescimento das redes sociais e sites de encontros online, não é difícil entender a razão pela qual a internet está muitas vezes ligada a infidelidades. Mas será que a internet é realmente culpada? De acordo com um novo estudo, sim. A internet não só facilitou as traições como também as tornou viciantes.

Abordagens Tradicionais vs Abordagens Online

Antes de a internet ter o seu grande “boom”, um caso entre amantes costumava começar no escritório ou bar e eventualmente passar para uma escapadinha num quarto de motel.

Primeiro havia uma abordagem e socialização cara a cara, com intenções românticas ou sexuais, na procura de um amante. Nestes casos as casadas carentes estavam muito mais expostas.

Contudo, com o vasto alcance que a internet trouxe, a infidelidade tornou-se muito mais fácil. Há um maior “à vontade” para abordar alguém, não só porque nos sites de encontros todos têm propósitos semelhantes, mas também porque é mais fácil iniciar uma conversa ou relação a partir de casa, sem o receio de rejeição “ao vivo”.

Amizade Online ou Traição

Os sites de encontros casuais na internet facilitam a criação de novas relações, mas também desencadearam um repensar do significado do termo “infidelidade”. Afinal, se não houver contacto físico ou sexo, será traição?

Muitas pessoas utilizam esta perturbação do termo traição como alívio para a sua consciência, como é o caso das casadas carentes. Uma mulher casada que sente uma carência na sua relação com o seu parceiro, tem um sentimento de culpa por estar a trair ou a considerar fazê-lo, mas com a internet e encontros online, cria-se uma sensação de alívio de consciência, já que não há qualquer contacto físico.

Redes Sociais, Traições e Divórcios

De acordo com vários estudos, cerca de um terço dos pedidos de divórcio da última década citam a palavra “Facebook”. De acordo com estes mesmos estudos, existem três grandes razões para tal: mensagens inapropriadas, comentários negativos e boca a boca.

  • Mensagens Inapropriadas

O Facebook é uma das redes sociais mais utilizadas atualmente e pode ser utilizada para vários propósitos, sendo um deles a troca de mensagens.

Esta rede social é muito utilizada por uma grande variedade de pessoas, já que é uma rede onde se pode conectar com várias pessoas. É a rede social de conforto para as casadas carentes, já que aqui podem publicitar as suas vidas ou comunicar com pessoas, recebendo a atenção que lhes falta nos seus lares.

Salientamos que a simples troca de mensagens não implica traição, mesmo quando acontece com pessoas do sexo oposto. Contudo, a partir do momento em que estas mensagens impliquem um teor inapropriado, tornam-se então uma forma de traição.

  • Comentários Negativos

Poderá parecer estranho incluir os comentários negativos nesta temática, mas a verdade é que certos casais que já se tenham separado ou zangado devido a uma traição, tendem a iniciar um processo de “vingança” nas redes sociais, tornando sua missão mostrar ao mundo o carácter de “traidor” da outra pessoa, o que gradualmente poderá levar ao divórcio.

  • Boca a Boca

As redes sociais vieram facilitar as traições, mas também facilitaram o processo de apanhar a pessoa que trai. Isto é, tal como no mundo físico, quando reparamos que algo estranho acontece com o parceiro de um amigo, temos a tendência de falar e mostrar ao nosso amigo. O mesmo acontece nas redes sociais. O Facebook permite-nos ver o registo de atividade e reparar em certos de padrões de comportamento que não batem certo com o habitual de uma pessoa.

Traições Online: Aliciantes?

As traições online são muito diferentes das traições tradicionais, dado que começam no conforto de uma casa. Esta ideia de permanecer num ambiente seguro pode ser muito apelativa, por exemplo, no caso de uma casada carente que nunca tenha traído e tenha receio de ser apanhada.

Outra ideia sedutora, nomeadamente para pessoas com baixa autoestima, com problemas físicos ou com a necessidade de “inchar” o seu ego, é o facto de que no mundo virtual não temos de nos cingir a quem realmente somos, havendo a possibilidade de exagerar em certos aspetos da nossa vida de modo a construirmos uma própria identidade que apela a qualquer um.

Uso da Tecnologia Para Esconder Traições

As traições tradicionais são fáceis de detetar, porque é possível observar padrões de comportamentos. Contudo, o mesmo se aplica nas traições online. Hoje em dia, é impossível ter um caso amoroso extraconjugal sem que haja um trilho digital de “migalhas” a gravar todos os seus passos. Snapchats provocantes, visitas a websites estranhos, chamadas e troca de mensagens a horas impróprias são todas registadas, pelo que se torna razoavelmente fácil para um parceiro desconfiado juntar os pontos e descobrir o caso.

Portanto, terá, de facto, a internet facilitado as traições de mulheres casadas carentes?

Sim e não. Sem dúvida, a internet facilitou bastante o processo de encontrar outras pessoas interessadas em relações amorosas, relações sexuais ou simplesmente troca de mensagens ilícitas, mas também fez com que fosse mais fácil para os respetivos parceiros descobrirem estas traições. Assim sendo, o risco de ser apanhado continua a ser relevante.